Suécia lança primeiro Shopping sustentável

A ideia de um shopping dedicado a reciclados e upcycling, já é realidade na Suécia. Na cidade de Eskilstuna, foi criado o centro comercial ReTuna Återbruksgalleria ou ReTuna Recycling Galleria, que possui apenas lojas dedicadas a upcycling e reciclados.

Ninguém em particular possui o shopping ou da ideia. As pessoas por trás do ReTuna são uma equipe de ativistas ambientais que residem em Eskilstuna, e desejam torná-la a melhor cidade na Suécia para lidar com a gestão de resíduos.

No ReTuna as pessoas podem doar itens em bom estado ou que podem ser restaurados mas não queriam mais.

No depósito os produtos recebidos são classificados e distribuídos para às lojas do centro, de acordo com o plano de negócio de cada uma. Atualmente existem 14 lojas em funcionamento no ReTuna, juntamente com um restaurante que serve comida orgânica.

Segundo os ativistas, o objetivo do ReTuna é explorar maneiras de compras que causem menos danos ao meio ambiente. Todos os negócios no shopping devem ser ambientalmente amigável. Produtos comprados novos, como os insumos para o restaurante, devem ser produzidos de forma orgânica ou sustentável.

“A sustentabilidade não é somente sobre guardar e consumir menos, mas fazer mais com os recursos que já temos.”

Segundo a gerente do Retuna, Anna Bergström, clientes que entram no shopping para doar algo, sempre encontram uma roupa que lhe agrada, ou toma um café no shopping. Acaba consumindo de forma sustentável. “Quando você sai daqui, deve sentir que fez algo de bom para o meio ambiente”, nas palavras da Ana.

Os materiais comercializados vão desde bicicletas, fogões, roupas, cadeiras, equipamentos esportivos, material de construção, informática.
Além do restaurantes, o shopping conta com salão de conferência, sala de reuniões, centro educacional e três pequenas lojas pop-up.

O Retuna possui um comércio eletrônico, onde os compradores podem ver todos os produtos à venda e encomendá-los.

“O primeiro shopping center do mundo que reaproveita coisas usadas que precisam de novas casas”

Os moradores de Eskilstuna estão bastante acostumados com a ideia do consumo de itens de segunda mão e upcycling, por isso o shopping tem tudo para ser viável. Porém projetos semelhantes podem não ser tão bem-sucedidos em onde não existe esta cultura.